Plataforma Juridica

Blog de Direito

Alexandre de Moraes

Alexandre de Moraes:Ele é um personagem presente na política brasileira, já exerceu diversos cargos importantes. Estamos falando de Alexandre de Moraes. Um jurista que alcançou diversos cargos públicos que colocam seu nome em evidência. Por causa dessa visibilidade que seu trabalho possui, Alexandre de Moraes sempre é cogitado para assumir novos cargos ou posições relevantes no cenário político Brasileiro.

Alexandre de Moraes possui em seu currículo cargos como: secretário estadual de justiça, ministro de justiça e ministro do Superior Tribunal Federal.

Além da carreira política, Alexandre de Moraes também assumiu cadeiras de universidades renomadas no Brasil. Possui produção literária na área de direito, sendo que um de seus livros, “Direito Constitucional” que foi publicado ainda na década de noventa, vendeu mais de meio milhão de cópias. Antes de tanto prestígio acadêmico, Alexandre de Moraes ministrou aulas voltadas para aspirantes a cargos públicos dentro de um curso preparatório.

A biografia de Alexandre de Moraes

A biografia de Alexandre de Moraes tem como marco inicial o décimo terceiro dia do mês de Dezembro do ano de 1968. Sendo ele originário do centro econômico do país, o município de São Paulo. Segundo a biografia de Alexandre de Moraes, foi no mesmo município que é oriundo que ele cursou se ensino superior. Sua formação de terceiro grau foi constituída na tradicional escola de direito do Largo São Francisco. Esse instituto se encontra no centro histórico da cidade e é vinculado a UNiversidade de São Paulo (USP), uma das principais universidades da América Latina.

De acordo com a biografia de Alexandre de Moraes, foi em 1990 que ele concluiu sua graduação, e pela mesma universidade conquistou o título de Doutor em Direito, aproximadamente uma década depois. No ano seguinte obteve o título de livre-docente no campo de Direito Constitucional, desta vez pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Consta em a biografia de Alexandre de Moraes que após este último título ele tornou-se membro do quadro docente da faculdade de direito da USP, assim como assumiu a cadeira de titular no curso de direito do Mackenzie, onde ele já lecionava há alguns anos.

A história de Alexandre de Moraes

A história de Alexandre de Moraes com o setor público passa a ter início em meados da década de noventa. Quando ele se estabelece na função de promotor público, junto ao MP do estado de São Paulo, por onde ficou por mais de uma década. Posteriormente, teve uma breve passagem pela Secretaria Estadual de Justiça do mesmo estado, com indicação do até então governador, Geraldo Alckmin, onde ficou até 2005, de acordo com a história de Alexandre de Moraes. Ele abriu mão do cargo de secretário para compor o corpo de conselheiros do CNJ, no final do primeiro mandato de Lula.

Onde Nasceu Alexandre de Moraes?

O ministro Alexandre de Moraes tem como seu lugar de origem a terra da garoa, a cidade de São Paulo, mesmo município onde fez seu curso superior.

Onde Alexandre de Moraes mora?

Embora seja ministro do STF, e tenha que estar brasília em algumas ocasiões, Alexandre de Moraes permanece a morar no município de São Paulo

Como Alexandre de Moraes ingressou no STF?

Como todos os ministros do STF, ele foi indicado por um presidente da república. No seu caso foi indicado por Michel Temer.

Consta em a história de Alexandre de Moraes, que após sua passagem pelo CNJ ele foi novamente indicado por G. Alckmin, mas agora para Secretaría de Segurança Pública – SP. Suprindo a saída de Fernando Vieira. Porém, seus maiores cargos foram por indicação de Michel Temer, que em 2016 o indicou como Ministro da Justiça e no ano seguinte foi designado para o STF. Para assumir a cadeira que ficou vazia após o falecimento de Teori Zavascki. A história de Alexandre de Moraes diz que ele é casado com Viviane B. de Moraes e com ele teve três filhos.

Alexandre de Moraes e o Direito Constitucional

Direito constitucional é a ramificação do direito responsável pelas leis pertinentes a constituição. Ou seja, as principais leis que regem um estado. Colocando as leis brasileiras numa estrutura piramidal, essas encabeçaram o topo. O ramo do direito constitucional é encarregado da leitura e da interpretação dessas leis. E é justamente nessa área que o ministro do STF Alexandre de Moraes obteve a sua livre-docência. Também é nessa área que ele ministra aulas universitárias. Seu ofício é totalmente vinculado com este segmento do direito, isso faz com que seu título acadêmico seja relevante suas indicações a cargos públicos.

Alexandre de Moraes STF

Alexandre de Moraes STF teve início ao longo do ano de 2017, no vigésimo segundo dia do mês de março, para ser mais preciso. Ele recebeu a indicação do até então presidente da república, Michel Temer, para assumir o cargo de Ministro do Superior Tribunal Federal no lugar de T. Zavascki, que havia falecido num acidente aéreo. Para que a relação Alexandre de Moraes STF tivesse início, ele deveria sair do cargo de Ministro da Justiça, ao qual havia sido indicado aproximadamente um ano antes pelo mesmo presidente da república.

A indicação Alexandre de Moraes STF ocorreu no sétimo dia do mês de Fevereiro do mesmo ano, aproximadamente um mês e meio antes da posse. Sua indicação não foi aceita de imediato por todos, pois muitos alegavam que seu antigo vínculo com o PSDB poderia interferir em alguma ação futura, gerando assim imparcialidade de decisões. Também havia quem defendia que a indicação Alexandre de Moraes STF não passava de uma articulação política arquitetada por M. Temer.

Alexandre de Moraes e Bolsonaro

A relação Alexandre de Moraes e Bolsonaro teve a sua estrutura abalada durante o ano de 2020. A relação já havia sido mais próxima no governo anterior, quando os filhos do presidente fizeram elogios públicos ao então ministro da justiça. Entretanto, antes da metade do ano de 2020 um veto por parte do ministro fez a relação Alexandre de Moraes e Bolsonaro ganhar ares mais ríspidos, pois a decisão interferia diretamente nas escolhas do então presidente da república.

A suspensão da nomeação de Alexandre Ramagem para diretoria da Polícia Federal foi a faísca que deu início a combustão da relação Alexandre de Moraes e Bolsonaro. Essa suspensão incomodou bastante Jair Messias B. Mas ele foi feita alegando que a proximidade do indicado a família do presidente poderia interferir nas investigações e buscas do órgão. A decisão que gerou polêmica entre Alexandre de Moraes e Bolsonaro foi bem aceita por algumas pessoas, mas muito questionada por outras.

Alexandre de Moraes como advogado

Como advogado a pessoa de Alexandre de Moraes não tem muita relevância. Embora ele tenha se formado em direito, ele passou a maior parte de sua carreira, se não toda, em ocupações públicas. Sua contribuição para a advocacia é muito mais teórica, por parte de seus livros e cursos, que efetiva na prática. Lembrando que para exercer o cargo de advogado não basta a graduação em direito, mas também a licença da OAB, que pode ser negada de acordo com o desempenho na avaliação da própria organização.